domingo, 24 de fevereiro de 2019

Posso perder a salvação?



Essa é a parte final de uma série de posts disponíveis aqui acerca da doutrina da salvação.
Começamos falando sobre o que a salvação não é, o que ela é, examinamos vários textos bíblicos que expõem essa doutrina, tratamos de textos que supostamente sugerem que a salvação em Cristo pode ser perdida, fazemos um breve comentário sobre a questão arminiana e agora, encerramos reunindo alguns testemunhos contrários e favoráveis à doutrina da perseverança (ou preservação) dos santos.


Testemunhos contra a doutrina da perseverança dos santos e favoráveis ao ensino de que salvos podem vir a perder a salvação

JOHN WESLEY (1703-1791)
Fundador da Igreja Metodista
“Se as Escrituras são verdadeiras, aqueles que são santos ou justos no julgamento do próprio Deus; os que possuem a fé que purifica o coração, que produz uma boa consciência; os que são ramos da verdadeira videira, de quem Cristo diz: “Eu sou a videira, vós as varas”; os que de tal modo conhecem a Cristo que, através desse conhecimento, escaparam da poluição do mundo; os que veem a luz da glória de Deus no rosto de Jesus Cristo e que são participantes do Espírito Santo, do testemunho e dos frutos do Espírito; os que vivem pela fé no Filho de Deus; os que são santificados pelo sangue da aliança, podem, contudo, cair e perecer eternamente”.
PR. SILAS MALAFAIA (Igreja Assembleia de Deus)
“Se não fosse assim, a promessa de salvação não seria condicional: aquele que perseverar até ao fim será salvo (Mateus 10.22; 24.13). Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida (Apocalipse 2.10)”.
EDIR MACEDO
Igreja Universal do Reino de Deus
“Quando a pessoa guarda mágoa, mente para conseguir o que quer ou insiste em fazer algo que sabe estar errado, a Salvação é colocada em risco, pois é sinal que ela está valorizando mais às próprias vontades do que a Deus. Por isso, quem se deixa levar pela avareza, cólera, maus olhos, cobiça, egoísmo e impulsos vai acabar sofrendo consequências desastrosas. Pois, Deus deixa claro em Sua Palavra que a condição para alcançar a Salvação eterna é manter o coração limpo”.
LEANDRO QUADROS
Professor e escritor da Igreja Adventista
“O ensino bíblico de que uma vez salvo, salvo para sempre, mesmo que o indivíduo decida ir para o reino do diabo, é um ensino herético e todo cristão que é verdadeiramente comprometido com as escrituras deve rejeitar esse tipo de ensinamento”.
ESPIRITISMO
“O espírita sabe que Jesus salva, mas para ser salvo precisamos trabalhar, merecer, amar, realizar a caridade. Nem o homem, imperfeito como é, premia quem nada fez por merecer, somente o mérito do esforço no caminho do Cristo é que dá à fé o poder de concluir essa salvação”.
TESTEMUNHAS DE JEOVÁ
“Para conseguir a salvação, não adianta apenas ter fé em Jesus. Você também precisa mostrar essa fé em sua vida”. “É possível perder a salvação? Sim. Uma pessoa que foi salva do pecado por meio de sua fé pode parar de mostrar essa fé. Se ela fizer isso, vai perder a salvação”.
IGREJA CATÓLICA APOSTOLICA ROMANA
“Por isso, ninguém será salvo se, sabendo que a Igreja foi divinamente instituída por Cristo, todavia não aceita submeter-se à Igreja ou recusa obediência ao Romano Pontífice, vigário de Cristo na terra”.

Testemunhos em defesa da doutrina bíblica da perseverança dos salvos.

CHARLES H. SPURGEON, 1834-1892
Pastor Batista do Tabernáculo Metropolitano em Londres
“Há uma grande diferença entre o cristianismo nominal e o cristianismo real, e isto se pode geralmente comprovar no fracasso de um e na perseverança do outro. Agora, a declaração do texto [Jó 17.9] é que o homem verdadeiramente justo prosseguirá seu caminho; não retrocederá, não saltará os valados e não se desviará nem para a esquerda e nem para a direita, não descansará ficando sem fazer nada, nem tampouco desmaiará, nem deixará de prosseguir em seu caminho; mas ele prosseguirá seu caminho”.
DR. RUSSELL SHEDD, 1929-2016
Missionário e teólogo Batista
"Se você salvou a si mesmo, se você se salvou porque decidiu, você pode decidir perder a salvação. Por outro lado, se Deus salvou, se Deus elegeu antes da fundação do mundo, com certeza você não irá perdê-la, pois Deus não muda de planos".
PR. HERNANDES DIAS LOPES
Pastor da Primeira Igreja Presbiteriana de Vitória
“Uma vez salvo, salvo para sempre. Salvação não se perde, uma vez recebida. A garantia da salvação é dada por Deus, com base na obra da expiação feita por Cristo em nosso favor e na poderosa aplicação dela no nosso coração pelo Espírito Santo”.
PR. AUGUSTUS NICODEMUS LOPES
Pastor da Igreja Presbiteriana de Recife
“Se você pode perder a salvação, pode ter certeza que você vai perder. Se a salvação é algo que se perde, pode ter certeza que você não vai entrar no céu; porque você nunca conseguirá ser bom o suficiente para mantê-la".

PR. ANTÔNIO ALBERTO GUIMARÃES
PIB de Foz do Iguaçu
“Uma vez salvo, salvo para sempre. O crente não perde a salvação, pois foi Deus quem o salvou mediante o arrependimento do pecado. Jesus diz em Marcos 16:16: "Quem crer e for batizado será salvo". É Deus quem segura nossa mão e não nós que seguramos a mão de Deus”.
PR. ADIR SAMUEL DA COSTA
Igreja Batista Central de Cascavel
“A salvação está baseada na obra vicária de Cristo na cruz. Os méritos humanos não seriam suficientes para operá-la. Desta forma, também os deméritos humanos não são suficientes para modificar aquilo que Cristo realizou”.

PR. ROMILDO NUNES MENDES
Igreja Batista Afonso Pena, São José dos Pinhais, PR;
“O crente está salvo por graça de Deus por meio Jesus. E Jesus disse que quem [o Pai leva] a Ele, jamais Ele joga fora”.
PR. ELIAS FIGUEIROA COLOMBELI
Pastor na Igreja Batista no Morumbi em Foz do Iguaçu
“Quem é salvo nasceu de novo (João 3.6-7), está livre da escravidão do pecado e o Espírito Santo habita nele (Efésios 1.13; 4.30). O pecado não retira a salvação, mas a alegria da salvação (Salmo 51.12). A salvação é uma prerrogativa de Cristo, sem nenhuma participação do homem, a não ser a fé (Efésios 2.8-9). Atrelar a salvação com a conduta cristã (pecar ou não pecar) é menosprezar a obra redentora de Cristo e colocar o ser humano no centro de sua própria existência”.
  
PR. PHILLIP L. KESLER
Pastor batista, missionário em Portland, Tennessee.
“O salvo não pode perder sua salvação conforme Romanos 1.17, pois este versículo destaca que a salvação é um processo, mostra que quando uma pessoa realmente aceitou Cristo Jesus pela fé, a pessoa é justa aos olhos de Deus e continuará vivendo de fé (justificação) em fé (santificação até glorificação). Ou seja, a pessoa que aceitou Jesus (já é salvo), está crescendo e aprendendo (está sendo salvo) no processo de santificação até o momento em que estaremos com Jesus (será salvo). Assim, podemos ver os frutos e as obras na vida da pessoa realmente salva, pois são reflexos da vida cristã. Agora, uma vida sem qualquer fruto pode indicar que a pessoa, em primeiro lugar, nunca foi salva. Mas a vida do salvo, mesmo tendo altos e baixos e períodos de afastamento ou desobediência, geralmente está mostrando que o processo de santificação está em andamento. Finalmente, somente Deus sabe quem é salvo e quem nunca foi”.
Declaração Doutrinária da Convenção Batista Brasileira.
“A salvação do crente é eterna. Os salvos perseveram em Cristo e estão guardados pelo poder de Deus. Nenhuma força ou circunstância tem poder para separar o crente do amor de Deus em Cristo Jesus”.
Declaração Doutrinária da Convenção Batista Renovada.
“A Perseverança dos salvos (ou perseverança dos Santos), significa que: os que Deus aceitou no Amado, aqueles que foram chamados eficazmente e santificados por Seu Espírito, e receberam a fé preciosa, não podem decair totalmente, nem definitivamente, do estado de graça. Antes, hão de perseverar até o fim e ser eternamente salvos, tendo em vista que os dons, e a vocação de Deus são irrevogáveis, e Ele continuamente gera e nutre neles a fé, o arrependimento, o amor, a alegria, a esperança e todas as graças que conduzem à imortalidade.

  Conclusão

Diante do amplo testemunho bíblico, confirmado por uma longa tradição cristã, pode-se afirma que o salvo não perde a salvação; porque, como não somos salvos com base naquilo que fazemos, também não perdemos a salvação por quaisquer coisas que façamos.
Salvação não é uma coisa que você recebe e pode perder; mas é a transformação espiritual que Deus soberanamente operou naquele que estava morto, mas agora vive.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário. Colabore com o autor. Obrigado.

Destaque

A Demi Lovato e o batismo cristão