Personal Jesus: Aonde está Deus agora?


"Onde estava Deus em todo sofrimento e dor de Jó? Ele estava ganhando uma aposta com Satanás. Faz você se perguntar onde Ele está com toda injustiça, desigualdade e crueldade no mundo".

Termina assim um dos episódios mais impactantes da série Grey's Anatomy. Com um desses questionamentos que deixam muitos sem resposta, sentindo o peso da amarga frustração de esperar uma bênção que talvez nunca chegue.

Mas Deus nunca fez uma aposta com Satã, Ele não seria Deus se fizesse. Essa história não se trata de uma aposta, mas de Deus mostrando a Satã e ao universo inteiro, inclusive a você e eu, que aqueles que creem nele perseveram, mantém sua fé até não restar nada, e mesmo depois de não restar nada eles ainda se prostram em adoração.

A história de Jó é a resposta a acusação que muitos fazem, não apenas Satã, de que você só ora a Deus e o cultua porque Ele lhe dá bênçãos. Quem adora a Deus por essas razões, nunca foi servo dele, mas apenas de si mesmo.

Mesmo se Jó tivesse morrido em sua miséria sem nunca receber em dobro o que tinha antes, mesmo se Daniel tivesse sido devorado pelos leões e os amigos dele tivessem morrido na fornalha... ainda assim, ao chegar o fim, eles se prostrariam em adoração.

Pessoas que creem, cultuam e adoram a Deus em razão das bênçãos que Ele pode dar invariavelmente acabam em grande frustração. O próprio Jesus morreu numa cruz sendo chamado de impostor, e Ele próprio alertou que não devíamos esperar um futuro melhor que o dele. Porque adorar a Deus então? A oração de Rabia (uma mulher iraquiana em 800 d.C) responde assim:
“Se eu te adorar por medo do inferno, queima-me no inferno. Se eu te adorar pelo paraíso, exclua-me do paraíso. Mas se eu te adorar pelo que Tu és, não escondas de mim a Tua face”.
"Aonde está Ele agora?" - o episódio termina com a personagem April Kepner fazendo essa pergunta após viver um dia terrível, repleto de perdas duríssimas e esperanças frustradas. A resposta que Jesus dá aos seus discípulos é:
"Estarei convosco todos os dias, até o fim; inclusive nos seus piores dias, quando seus amigos ou pessoas mais queridas morrerem, estarei com você na depressão e nas crises de ansiedade, durante as sessões de quimioterapia e quando você for traído e humilhado, quando chorar sozinho sem ter ninguém para te abraçar, eu estarei lá".

Comentários